Aqui tem

Ju Sobral

Blog com informações, dicas e atualidades sobre a dança do ventre, Voltado para alunas, profissionais e curiosos

Monday, May 09, 2011

Belle Époque - Dunia La Luna



Tendo como referência a coluna "Vintage" da revista Serafina do Jornal Folha de São Paulo, resolvi compartilhar com vocês um pouco do perfil de pessoas ligadas à dança.
Para quem não conhece, a coluna faz um "pergunta-e-resposta" baseando-se em momentos passados e presentes.
Minha primeira convidada é a bailarina Dunia La Luna, pessoa que admiro, de quem fui aluna e divido minhas filosofias.
Espero que gostem!

Dunia la Luna:

Eu me vestia: Com pérolas, lantejoulas, saias rodadas e salto alto, pq era a moda, mas na K.K não podia! hahahaha !!!!
Eu me visto: Metais, rendas, tecidos diferentes, pés no chão pq eu prefiro!
Eu comia: muito chocolate, congelados pq nunca soube cozinhar!
Eu como: chocolate e comida de primeira pq casei com um chef de cozinha!
Eu bebia: Vinho, Vódka, Kurassau Blue, Martini o que combinasse com as minhas roupas de balada, hahahaa, lembra Nar?!
Eu bebo: Vinho, suco verde o mais natureba possível e não me importo que não combine com minhas roupas...
Música que embalava meu quadril: George Abdo, Omar Dieb, Ehab Taufk, La Nef, Dead Can Dance
Música que embala meu quadril: Solace, Beats Antique, La Nef, Dead Can Dance
Noite árabe era: Ir no Porta Aberta ver música ao vivo e Soraya Zayed
Noite árabe é: nenhuma.

Minhas alunas me procuravam por que: Porque eu era bailarina da Khan el Khalili, pq eu fazia tremidinho de barriga e tinha um quadrilzão!
Minhas alunas me procuram por que: Porque não sou da Khan el Khalili e tenho uma linha de trabalho direcionada ao Feminino e bem estar da mulher e pq eu tenho um quadrilzão!

Minha filosofia de vida era: Seguir as regras estabelecidas para estar no padrão exigido, com direito à algumas rebeldias!
Minha filosofia de vida é: Ser fiel primeiro a mim mesma, independente das regras ou padrões estabelecidos!


Eu tinha certeza que me tornaria: Uma psicóloga e dançarina do ventre!
Eu me tornei: Uma reeducadora da mulher, terapeuta da dança e dançarina do feminino!
Eu dançava para: Desafiar meus limites, para ter prazer, admiração, crescer e amadurecer!
Eu danço para: Disseminar o aspecto sagrado da vida, exercitar a criatividade, desafiar outros limites ligados às minhas verdades, me tornar mais mulher.
Era feliz por que: Me relacionava com amigas aos montes, morava sózinha, a liberdade era um fator muito presente e para uma solteira a gente sabe o que isso significa! hummm...
Sou feliz por que: Vivo de acordo com meus conceitos de vida saudável (para corpo e espírito!), constituí uma família que compreende e compartilha das minhas idéias de vida e pq hoje desfruto de uma liberdade de aceitar trabalhos que me satisfaçam não só financeiramente mas tb filosoficamente!



Contato e informações:

4 comments:

Ju Santana Souza said...

Linda! Me ensinou que até na dança o essencial deve ser visto com os olhos internos e através deles mostrar ao externo beleza, amor e graça!

Lory Moreira said...

Eu não conheci muito bem a Dunia de antes, mas essa bailarina Dunia la Luna, de agora, me parece muito mais interessante artisticamente.

Vivi do Balaio said...

Que legal!
Adorei a forma como vc bolou a entrevista, Ju. Parabéns!

E Dunia, sempre mostrando que é possível melhorar!

bj, Vi

Paula Della Via said...

Adorei isso!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...